Microfilmagem eletrônica de documentos:

O Decreto Nr. 1799 de 30 de Janeiro de 1996 que regulamenta a Lei Nr. 5.433 de 08 de Maio de 1968, regulariza a microfilmagem em todo o território nacional, abrangendo os documentos oficiais ou públicos, particulares ou privados, de pessoas físicas ou jurídicas. 

A Microfilmagem Eletrônica é a solução ideal para o armazenamento de documentos, oferecendo vantagens expressivas no processo de acesso, manuseio, preservação e segurança dos documentos.

Como funciona

A Microfilmagem Eletrônica consiste na captura de documentos através da digitalização utilizando-se de scanner, gerando e organizando as imagens. O software de captura constrói um índice e organiza os documentos digitais baseado em critérios, tais como nomes, números ou datas a fim de aprimorar, agrupar e indexar as imagens.

Após o software fazer a captura e organização, ativa a Microfilmadora Eletrônica, que grava as imagens em microfilme de 16 mm positivo ou negativo. Os documentos são armazenados de maneira permanente e ficam protegidos e preservados contra alterações e mudanças tecnológicas.

A digitalização é realizada com scanners de acordo com o tamanho e tipos de documentos. Por meio de softwares as imagens podem ser armazenadas e acessadas por todos os usuários da rede ou somente locais.

Benefícios para sua empresa

• Segurança contra sinistro e preservação no manuseio dos documentos e informações.
• Pesquisa e acesso imediato às informações e impressão de documentos sem necessidade do papel ou leitura em microfilmadora tradicional.
• Velocidade nas respostas aos clientes.
• Cópias de segurança em digital e microfilme.
• Legalidade do documento.

>> Voltar ao topo da página